Saúde Pública: VERÃO - CALOR

_  DESCRIÇÃO

DESCRIÇÃO

Conhecidos que são os efeitos da exposição a temperaturas elevadas no corpo humano importa preparar os mecanismos que permitam prevenir/reduzir os efeitos nefastos na saúde da população. O calor constitui-se, assim, como um perigo para a saúde humana cuja amplitude depende da sua capacidade de adaptação, em parte dos grupos mais vulneráveis e de factores ambientais.

A exposição a períodos de calor intenso, durante vários dias consecutivos - ondas de calor - constitui uma agressão para o organismo, podendo conduzir a desidratação, ao agravamento de doenças crónicas, a um esgotamento, ou a um golpe de calor, situação muito grave e que pode provocar danos à saúde irreversíveis, ou até a morte.

Tem consequência na morbilidade e da mortalidade, pelo que se constitui como um inimigo para a Saúde Pública.

FACTORES DE RISCO:

  • idade do cidadão
  • beber poucos líquidos
  • actividade intensa
  • calor durante longos períodos
  • exposição prolongada ao sol
  • alguns medicamentos
_  GRUPOS DE RISCO

Crianças até 5 anos

Pessoas idosas

Portadores de doenças crónicas, nomeadamente os que sofrem de afecções cardíacas, respiratórias, renais, diabetes, alcoolismo e doença mental

Pessoas acamadas

Pessoas obesas

Pessoas que tomam alguns medicamentos: anti-hipertensores, anti-arrítmicos, diuréticos, anti-depressivos, neurolépticos

Pessoas que vivem em más condições de habitação

Pessoas com actividade intensa, que requer muito esforço e expostos ao calor

_  SINTOMAS

ESGOTAMENTO PELO CALOR - primeiros indícios podem ser:

  1. transpiração excessiva, palidez, cãibras musculares, debilitação, cansaço, cefaleias, dores de estômago, tonturas ou vómitos, lipotimia.

GOLPE DE CALOR -  primeiros indícios podem ser:

  1. temperatura muito elevada (39.5ºC), pele quente, seca, avermelhada, sem transpiração, taquicardia, cefaleia forte, enjoo, náusea, tonturas, desmaio.

CÃIBRAS -  primeiros indícios podem ser:

  1. espasmos musculares (em especial das pernas e abdómen) e forte transpiração.
_  TRATAMENTO

Hidratação

Reposição eletrolítica

Sintomático

_  PREVENÇÃO

NUTRIÇÃO

  • Aumentar a ingestão de líquidos: água ou sumos de fruta natural
    • BEBA sem ter sede … mas BEBA
      • água aos recém-nascidos, às crianças, aos idosos e aos doentes
      • sumos de frutas 
      • substâncias de reposição hidroelectrolítica: Dioralyte ou Redrate e Isostar 
    • Evite bebidas alcoólicas, gaseificadas, com cafeína ou ricas em açúcar
    • Evite bebidas quentes
  • Fazer refeições leves e mais frequentes.
  • Consultar médico se tiver dieta específica, nomeadamente hipossalina

AUTO-PROTECÇÃO

  • Usar roupa solta, de preferência de algodão e de cores claras;
  • Evitar a exposição directa ao sol - das 11h e as 16 horas.
  • use protector solar não inferior a 15 (adultos) ou 20 (crianças)
  • Tomar um duche de água tépida ou fria, no período de maior calor
    • Evite mudanças bruscas de temperatura
  • Usar chapéu de preferência de abas largas e óculos escuros

AMBIENTE

  • Permanecer duas a três horas por dia num ambiente fresco ou com ar condicionado
    • visite locais com ar condicionado: centros comerciais, cinemas, museus ou outros locais que disponham de ar condicionado.
    • Evite as mudanças bruscas de temperatura: informe-se sobre locais “climatizados"
  • Evitar a permanência em viaturas expostas ao sol
    • Sempre que possível viaje de noite
  • Nunca deixe crianças, doentes ou pessoas idosas dentro de veículos expostos ao sol

CONTEXTO DOMÉSTICO

  • Reduzir a roupa da cama ao mínimo, sobretudo nos bebés e doentes acamados;
  • Correr as persianas
    • Abrir janelas à noite pode diminuir a temperatura dentro de casa
  • Pedir ajuda a familiar ou vizinho
    • Informe-se sobre pessoas isoladas, idosas, frágeis ou  com dependência que vivam perto de si e ajude-as a protegerem-se do calor
    • Pedir a alguém que telefone, 2 vezes por dia, para saber se estão bem.

TRABALHO e LAZER

  • As pessoas idosas e os bebés não devem ir à praia nos dias de calor.
  • Evitar actividade que exija esforço físico
  • Aclimatar-se durante algum tempo após deslocação de clima frio para clima quente

MEDICAMENTOS

  • Não tomar medicamentos sem prescrição médica
  • Comprar medicamentos em locais de venda autorizada pelo perigo de falsificação
    • Evite os da Internet e de venda livre
  • Temperaturas elevadas por longos períodos de tempo podem alterar as propriedades
    • Examine se a embalagem está selada e se lê bem a etiqueta
  • Respeitar a posologia e os horários das tomas dos medicamentos
_  ACONSELHAMENTO

INGESTÃO DE LÍQUIDOS:

Se tem dieta com restrição de líquidos aconselhar-se com o médico sobre como proceder.

Mesmo sem sede é importante beber líquidos, porque, com frequência, a sede é inferior às necessidades hídricas do indivíduo.

Esta situação é ainda mais preocupante nas pessoas idosas que muitas vezes não sentem sede apesar de terem graus diversos de desidratação.

SAIS E MINERAIS

Com a sudação perdem-se quantidades importantes de sais e minerais que são responsáveis por diversos sintomas como fraqueza, cansaço, dificuldade de concentração, entre outras. É por isso muito importante, que para além da hidratação se reponham os sais minerais e o sal.

Esta reposição pode ser feita através de sumos de frutas ou de substâncias de reposição hidroelectrolítica, de venda na farmácia, como o Dioralyte ou o Redrate (carteiras de pó que se misturam na água e a pessoa vai bebendo ao longo do dia, pode utilizar várias por dia) ou de venda em supermercados, como as bebidas dos desportistas, por exemplo, o Isostar (existe em duas formas - em pó para misturar com água ou já em líquido).

DIETA HIPOSSALINA

Se houver indicação médica de dieta hipossalina ou se a pessoa tiver insuficiência renal consultar o médico.

PESSOAS QUE VIVEM SOZINHAS

Idosos, devem pedir a alguém que lhes telefone, 2 vezes por dia, para saber se estão bem.

LOCAIS CLIMATIZADOS

Se a sua casa é muito quente e tiver possibilidade, nas horas de mais calor, visite um local com ar condicionado, por exemplo, museu, biblioteca, centro comercial, cinema.

ACLIMATAÇÃO

Para as pessoas que se deslocam de um clima frio ou temperado para um local quente é importante dar alguns dias de aclimatação ao corpo antes de começar a fazer exercício físico, para aumentar a tolerância às altas temperaturas.