Saúde Pública: GRIPE

_  DESCRIÇÃO

A Gripe é uma doença respiratória aguda, causada pelo vírus influenza.

A gripe ocorre, mais frequentemente, nos meses de inverno e, habitualmente, o pico surge entre Dezembro e Março, no hemisfério norte. Só atinge o hemisfério sul (África e América do Sul) meio ano mais tarde, na época fria local. Admite-se a existência de casos esporádicos de gripe ao longo de todo o ano. Os casos de gripe que aparecem isolados fora do inverno passam habitualmente sem diagnóstico sendo rotulados de “síndromes gripais”.

_  AGENTE ETIOLÓGICO

Vírus da  família dos orthomyxoviridae, género Influenza, tipos A, B e C.

O mais patogénico para o Homem é o tipo A, responsável pelas epidemias e tem como reservatório natural as aves migratórias aquáticas.

_  INCUBAÇÃO

Período de incubação: 1 a 4 dias

Período de contágio – 1 a 2 dias antes e até 5 dias após início dos sintomas (crianças pode ser superior a 1 semana)

_  TRANSMISSÃO
Transmite-se por partículas da saliva de uma pessoa infectada, expelidas sobretudo através da respiração, da fala, da tosse e dos espirros.
_  GRUPOS DE RISCO

A infecção atinge todos os grupos etários.

No entanto, são os indivíduos com idade igual ou superior a 65 anos e as pessoas com patologia crónica subjacente que apresentam maior morbilidade e letalidade, por agravamento da doença preexistente e/ou pneumonia.

As crianças também são muito susceptíveis.

Profissionais da saúde

_  SINTOMAS

No adulto, a gripe manifesta-se por início súbito de mal-estar, febre alta, dores musculares e articulares, tosse, arrepios e dores de cabeça. Pode também ocorrer inflamação dos olhos.

Nas crianças, a gripe manifesta-se consoante o grupo etário: prostração (50% das crianças com idade inferior a 4 anos e só 10% no grupo etário dos 5 aos 14 anos).
Os sintomas gastrointestinais (náuseas, vómitos, diarreia, dor abdominal) são frequentes e ocorrem em mais de 40% dos casos. A febre tende a ser mais elevada. A otite média pode ser uma complicação frequente no grupo etário do 1 a 3 anos.

_  TRATAMENTO
  • Descanse;
  • Beba muitos líquidos (água e sumos, de preferência sem açúcar);
  • Tome medicamentos para a febre e dores (paracetamol, mesmo para crianças e grávidas; os adultos também podem tomar aspirina);
  • Não dê aspirina às crianças, sem ser por recomendação médica;
  • Não tome antibióticos, porque não actuam nas doenças virais, não melhoram os sintomas nem aceleram a cura.
_  PREVENÇÃO

Vacina para a gripe e higiene são fundamentais.

As pessoas, segundo grupos de risco definidos pela DGS, devem fazer a vacina para a gripe, a partir de Outubro de cada ano. Em especial, os idosos.

A higiene pessoal e dos locais de lazer e de trabalho, a lavagem frequente das mãos com água e sabão (ou toalhetes) e quando espirrar ou tossir proteger a boca com lenço de papel (deite nos sanitários onde serão descarregados) ou com o antebraço - não utilize as mãos – são medidas essenciais.

Evite mudanças de temperatura e não se abafe demasiado.

Com sintomas, faça distanciamento social: fique em casa, em repouso, evite o contacto próximo com outras pessoas, para impedir o contágio.

Vá ao serviço de urgência, se estritamente necessário.

Beba muitos líquidos - água e sumos de fruta – e coma o que mais lhe apetecer.

_  ACONSELHAMENTO

Cuide-se

  • Evite mudanças de temperatura;
  • Beba muitos líquidos (água e sumos, de preferência sem açúcar);
  • Não se agasalhe demasiado;
  • Ponha o termómetro e registe a temperatura ao longo do dia;
  • Lembre-se que durante o período de doença não deverá ser vacinado;
  • Fique em casa, em repouso, evitando o contacto próximo com outras pessoas, para impedir o contágio;
  • Coma o que mais lhe apetecer;
  • Para a obstrução nasal use Soro Fisiológico;
  • Tome medicamentos para a febre e dores (paracetamol, mesmo para crianças e grávidas; os adultos também podem tomar aspirina);
  • Não dê aspirina às crianças, sem ser por recomendação médica;
  • Não tome antibióticos, porque não actuam nas doenças virais, não melhoram os sintomas nem aceleram a cura;
  • Se está grávida ou amamenta não tome medicamentos sem falar com o seu médico; pode utilizar a atmosfera húmida;
  • Se viver sozinho, especialmente se for idoso, deve pedir a alguém que lhe telefone regularmente para saber como está.